Você é nosso convidado especial, participe!!!

OFICINA – Roteiro

TEMA: LEITURA E CONTAÇÃO DE HISTÓRIAS: PARTILHANDO EXPERIÊNCIAS DE MEDIAÇÃO COM O PROJETO BALE

EMENTA: Ampliação do repertório de leitura. Estratégia de leitura e de como contar história. Motivação para ser um contador de história. A leitura como construção de sentido.

MINISTRANTE:

Emanuela Carla Medeiros de Queiros – Especializanda CAMEAM/UERN – Voluntária do Projeto BALE

CARGA-HORÁRIA: 05 h/a

OBJETIVOS:

Ø Ampliar o repertório leitura;

Ø Apresentar estratégias de leitura e de contação de histórias de forma lúdica através das experiências de leitura com o Projeto BALE.

Ø Motivar a contação para ser um contador de história.

Ø Entender a leitura como construção de sentidos.

CONTEÚDOS:

Ø A importância das histórias PARA QUÊ? (ABRAMOVICH, 1997);

Ø Estratégias de contação de histórias (SISTO, 2001);

Ø Seqüência básica para contação de história (LAJOLO, 1986);

METODOLOGIA – 1º momento – 01h: 00 às 3h: 30min.

Ø Dinâmica de apresentação;

Ø Apresentação da proposta da oficina;

Ø Texto reflexivo em slide/ sobre leitura e contação de história;

Ø Apresentação da proposta da oficina;

Ø Apresentação dos slides x discussão;

Ø Dinâmica de grupo;

METODOLOGIA – 2º momento – 03h: 40 às 5h: 00.

Ø Trabalho em grupo: Cada grupo terá 20 minutos para escolher uma história e apresentar de forma lúdica para a turma, utilizando os adereços do BALE.

Ø Sugestões de leituras e autores que discutem as práticas de leitura e de contação de história;

Ø AVALIAÇÃO - Será feita a partir da dinâmica (que bom – que pena – que tal) entre os participantes;

DATA: Terça-feira, (07/06);

LOCAL: UERN - Auditório do PPGL.

HORÁRIO: das 13:00 às 17:00hs

REFERÊNCIAS

ABRAMOVICH, Fanny. Literatura infantil: gostosuras e bobices. São Paulo: Scipione, 1997.

SISTO, Celso. Textos e pretextos sobre a arte de contar histórias. Chapecó - SC: Argos, 2001.

LAJOLO, Marisa P. “O texto não é pretexto”. In: Regina Zilberman (org.). Leitura em Crise na Escola: as alternativas do professor. Porto Alegre: Mercado Aberto, 1986.

  • Digg
  • Del.icio.us
  • StumbleUpon
  • Reddit
  • RSS

0 comentários:

Postar um comentário

// Inicio Estrelinhas // Fim Estrelinhas