BALE além fronteiras...


Em meio a tantos desafios no meu do caminho e tantos sonhos roubados, podemos encontrar na leitura um novo horizonte cheio de esperança. Uma nova condição que nos torna mais humanos, mais ciente do poder de transformação que ela nos permite. A leitura nos leva a viver novas experiências, sentir outros sentimentos, viver outros tempos e desabrochar ideias de tão sublime iniciativas, a qual partilhamos com os leitores desse blog. 

Esse e-mail veio da ilha de São Miguel pertencente a Portugal, através da professora Ana Ferreira, que viu por esse instrumento de divulgação as atividades do projeto BALE, nos fazendo perceber que a inicitaiva do BALE está além fronteiras. 

A profª Ana os nossos sinceros agradecimentos pelo contato e principalmente por se deixar envolver pela magnitude da leitura. Por acreditar que ela é capaz de mudar a vida das pessoas. Parabéns por sua ideia de querer tornrar possível o seu projeto de leitura a seus alunos, e conte conosco sempre. 
Grande abraço, Equipe BALE

Segue o e-mail:

 "Cara senhora Lúcia Pessoa,
O meu nome é Ana Paula Ferreira tenho 43 anos, sou professora do 2º ciclo, grupo 200 – Português e História e Geografia de Portugal. Tenho um  particular interesse pela leitura e escrita e desenvolvi há alguns anos atrás, em tempo parcial, um Projeto de Literatura Infantil e Expressão Poética com crianças desde o Jardim de Infância ao 2º ciclo.  Por falta tempo e de recursos acabei por terminar o referido projeto. Fui mãe pela primeira vez recentemente e esta nova fase da minha vida fez despertar em mim uma vontade enorme de fazer algo diferente, para além das quatro paredes da sala de aula [...] e estou de novo a lutar para conseguir realizar um sonho. Fiz pesquisas na Internet e encontrei o vosso maravilhoso projeto que tem tudo o que gosto crianças, livros, idosos, enfim encontrei o que tanto procuro…
Infelizmente não posso colaborar convosco,  pois vivo numa pequena ilha, situada no oceano Atlântico, chamada São Miguel pertencente a Portugal. Assim sendo, peço-vos que, se possível, me enviem alguma informação que me possa, de alguma forma, ajudar a implementar na minha região um projeto semelhante. O meu país atravessa uma grave crise financeira e as poucas pessoas que sabem desta minha vontade de mudança acham uma loucura, mas não me interesso vou continuar a lutar até realizar o meu sonho, desenvolver um projeto semelhante ao BALE.
Desde já agradeço a vossa atenção e os meus sinceros votos que o BALE continue a ser um sucesso"! [...]
Um abraço
Ana.  


   

  • Digg
  • Del.icio.us
  • StumbleUpon
  • Reddit
  • RSS

0 comentários:

Postar um comentário

// Inicio Estrelinhas // Fim Estrelinhas